sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Trânsito; acidentes graves provocados por pessoas alcoolizadas ou sobre efeito de diferentes tipos de drogas.

"Câmara aprova aumento de pena  a motorista embriagado que provocar acidente fatal"
"Atualmente, a lei prevê reclusão de 2 a 4 anos de detenção para quem matar ao volante. Texto eleva pena para 5 a 8 anos de reclusão. Proposta já passou pelo Senado e segue à sanção presidencial".




Por Fernanda Calgaro, G1, Brasília
06/12/2017 18h57  Atualizado há 11 horas
Quem quiser ler todo o texto da reportagem acima é só consultar o G1.

"Edição do dia 07/12/2017
07/12/2017 14h35 - Atualizado em 07/12/2017 15h23"

"Motorista embriagado que provocar acidente com morte será preso".

"Câmara aprovou projeto de lei que aumenta pena para estes casos. O texto segue para sanção presidencial".


"Edição do dia 14/10/2017
14/10/2017 20h52 - Atualizado em 14/10/2017 20h52"

"Número de acidentes fatais no trânsito brasileiro aumenta".

"Principais vítimas são os jovens e os motociclistas".
"De janeiro a setembro, número de acidentes com morte no país subiu 29%".

Copiei da Internet os títulos das 2 reportagens acima sobre motorista embriagado e nº de acidentes fatais no trânsito.

Trânsito: Mais um grave acidente na BR 020 para aumentar a  triste estatística:
Atenção: Se acontecer um acidente na estrada diminua a velocidade e se quiser ajudar pare o seu  carro num lugar  seguro, sinalize o solo atrás do acidente com triângulo, numa distância segura, coloque alguns galhos de plantas bem antes do acidente para chamar a atenção de quem vem na rodovia; não seja curioso de fotografar e filmar para depois colocar nas redes sociais; não é sua função e pode incorrer no erro de provocar mais acidentes como o que aconteceu na reportagem abaixo, copiada da internet.


"Caminhão mata um e atinge oito carros na BR-020, incluindo o de deputado"
O distrital Cláudio Abrantes parou para ajudar vítimas de acidente e teve o veículo atingido. Ele estava com a mulher a o filho no carro

10/12/2017 8:40 , ATUALIZADO EM 10/12/2017 10:43

"Um grave acidente envolvendo oito veículos deixou um homem morto na BR-020, altura da Embrapa. A colisão ocorreu por volta das 2h deste domingo (10/12). Um dos ocupantes do Fiat Palio amarelo, placa JKNxxxx-DF, envolvido na batida, não resistiu aos ferimentos".
A Lei Seca e todas as decisões que foram tomadas para conscientizar os motoristas a não beberem antes de dirigir ou quando já estão dirigindo, infelizmente não tiveram os efeitos desejados por todos (fiscalização e população em geral).

Segundos dados mostrados na TV, perto de 50 mil pessoas morreram no trânsito em 2016, sem falar nos feridos graves ou com menos gravidade, que segundo a imprensa foram mais ou menos 400.000.
Sabemos que é muito difícil fiscalizar todos os motoristas em todas as avenidas e rodovias do Brasil.

Mas se, por alguns meses, fossem montadas barreiras e testes nas rodovias de trânsito intenso, prendendo que estiver alcoolizado ou sobre efeito de outras drogas, poderíamos mudar essa estatística lamentável.
Exemplo: Igual a que foi montada entre Goiânia e Brasilia; olhando documentação do motorista e do veículo, vendo as condições dos pneus, cinto de segurança, janela de emergência e outros.

Aumentar os impostos de bebidas alcoólicas em 300%, também ajudaria.

Fazer um trabalho preventivo nas escolas desde o 6º ano do ensino fundamental , passando pelo ensino médio e depois nas Faculdades e Universidades. São tantos jovens que matam e morrem todos os dias.

As famílias também poderiam entrar nessa  luta, orientando os seus filhos; pais que bebem na frente dos filhos pequenos poderá ter no futuro um problema para evitar que seus filhos façam a mesma coisa.

Proibir que ônibus, caminhões e carretas rodem nas estradas e cidades com pneus ressolados, recauchutados ou carecas. Baixar os impostos dos pneus novos e conscientizar os motoristas e donos de empresas que é melhor para a segurança de todos.



  

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Chuvas e Temporais - Pluviômetro (O que é)- Por que se fala que choveu tantos mm naquela cidade ou região?

Todos os dias chuvosos, ouvimos os apresentadores de TV ou repórteres dizendo; em tal lugar choveu 25 mm e em outros lugares 10,20,30,40,50 mm. Choveu num dia o que era para chover numa semana (por exemplo).

Seria importante que um especialista participasse da reportagem, explicando para os telespectadores o que quer dizer choveu tantos mm de chuva.

Pesquisei sobre o assunto e coloquei um resumo para facilitar o entendimento dos leitores do BLOG.

Do site do INPE, copiei e colei parte do texto:

"O índice pluviométrico refere-se à quantidade de chuva por metro quadrado em determinado local e em determinado período. O índice é calculado em milímetros. Se dissermos que o índice pluviométrico de um dia, em um certo local, foi de 2mm, significa que, se tivéssemos nesse local uma caixa aberta, com 1 metro quadrado de base, o nível da água dentro dela teria atingido 2 mm de altura naquele dia". 

"Do site Brasil Escola, copiei parte do texto de Marcelo Rigonatto"
Pluviômetro:
"O pluviômetro é um aparelho meteorológico destinado a medir, em milímetros, a altura da lâmina de água gerada pela chuva que caiu numa área de 1m2".


"Dizer que em uma região choveu 100 mm significa dizer que em uma área de 1 m2, a lâmina de água formada pela chuva que caiu apresenta uma altura de 100 milímetros. Esse volume pode ser obtido calculando o volume do paralelepípedo de 1 m2 de área da base e altura de 100 mm = 0,1 metros.

Assim, o volume da chuva será dado por:
V = (área da base) x altura
V = 1 x 0,1 = 0,1 m3

Esse volume pode ser determinado em litros, lembrando que 1 m3 = 1000 litros.

Assim, uma chuva de 100 mm equivale a um volume, em litros, de:
V = 0,1 x 1000 = 100 litros

Isso implica dizer que, para cada metro quadrado da região, houve uma precipitação de 100 litros".



domingo, 19 de novembro de 2017

Black Friday- Pesquise bastante antes de Comprar o que precisa! Não compre por Impulso!

Atenção: Muito Cuidado se está esperando para comprar algum produto na Black Friday!

A Reportagem que colei e copiei abaixo do Jornal Agora de 19/11/2017, mostra o quão importante você saber o preço do produto vários dias antes de chegar a semana da Sexta Feira Negra.

A reportagem abaixo mostrou exemplo do EXTRA que aumentou o preço de um modelo de celular;  depois para chamar a atenção do cliente aumentou a porcentagem de desconto para parecer que estava em promoção! Na verdade o preço do celular subiu R$173,00.
19/11/2017

"Comércio eleva desconto sem reduzir preço na Black Friday"

Folha de S.Paulo
"A Black Friday deste ano deve repetir falhas de edições anteriores.
Uma delas é a propaganda enganosa, em que boa parte das ofertas que os consumidores encontram nos sites das grandes lojas não representam reduções, apesar de trazerem descontos tentadores.
A reportagem monitorou, por 15 dias, desde 31 de outubro, o preço de 6.875 itens nas nove maiores lojas de varejo do país.
A análise mostra que as empresas fazem constantes alterações nos valores.
O que chamou a atenção é que essa oscilação ocorre não apenas no preço final dos produtos, mas também no valor original.
Em um dos casos, um celular Galaxy J5, com 16 GB, vendido no Extra teve seu valor alterado.
Na oferta inicial, o aparelho saía de R$ 863 por R$ 799.
Depois, o produto passou a ser oferecido de R$ 1.699 por R$ 972.
Com a mudança no preço, o desconto final cresceu de 7% para 42%, mas, na prática, o celular ficou mais caro".

Previdência Social no Brasil e a DRU - Desvinculação de Receita da União - Para Onde Vai Parte dessas Receitas?

Importante: As Mídias Escrita, Falada e Televisiva, falam de vez em quando sobre a DRU; só que eles não explicam corretamente e totalmente o que significa desvincular parte dos Impostos recebidos, principalmente os que deveriam ser destinados à Previdência Social. O senador Paulo Paim e o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) sempre comentaram; dinheiro para revisar a aposentadoria dos aposentados  tem ( No caso o PL 4434/08 do Paulo Paim-PT/RS), aprovado no senado e engavetado na Câmara por todos presidentes que por lá passaram, desde o 2º governo do PT e atualmente pelo deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ).

Resolvi pesquisar na Internet para que mais pessoas leiam,  fiquem mais politizadas e atualizadas; em 2018, teremos eleições e todos os eleitores devem verificar muito bem em quem vai votar.

No site do senado: www.12.senado.leg.br/noticias/entenda-o-assunto/DRU, consta o que copiei abaixo:

DRU – Desvinculação de Receitas da União
A Desvinculação de Receitas da União (DRU) é um mecanismo que permite ao governo federal usar livremente 20% de todos os tributos federais vinculados por lei a fundos ou despesas. A principal fonte de recursos da DRU são as contribuições sociais, que respondem a cerca de 90% do montante desvinculado.
Criada em 1994 com o nome de Fundo Social de Emergência (FSE), essa desvinculação foi instituída para estabilizar a economia logo após o Plano Real. No ano 2000, o nome foi trocado para Desvinculação de Receitas da União.
Na prática, permite que o governo aplique os recursos destinados a áreas como educação, saúde e previdência social em qualquer despesa considerada prioritária e na formação de superávit primário. A DRU também possibilita o manejo de recursos para o pagamento de juros da dívida pública.
Prorrogada diversas vezes, a DRU está em vigor até 31 de dezembro de 2015. Em julho, o governo federal enviou ao Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 87/2015, estendendo novamente o instrumento até 2023.
A PEC aumenta de 20% para 30% a alíquota de desvinculação sobre a receita de contribuições sociais e econômicas, fundos constitucionais e compensações financeiras pela utilização de recursos hídricos para geração de energia elétrica e de outros recursos minerais. Por outro lado, impostos federais, como o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto de Renda (IR), não poderão mais ser desvinculados.

Contribuições Sociais: Apenas Um pequeno Resumo.
As contribuições  sociais  podem ser  subdivididas em: a) previdenciárias, se destinadas especificamente ao custeio da Previdência Social, e são formadas pelas contribuições dos segurados e das empresas (arts. 20/23 da Lei nº 8.212/1991); b) e não previdenciárias, quando voltadas para o custeio da Assistência Social e da Saúde Pública. Por exemplo: a COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), o PIS (Programa de Integração Social), incidentes sobre a receita ou o faturamento, e a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), que recai sobre o lucro.

No quadro abaixo, copiado do site do senado acima, temos:
Na coluna (PEC), você vê o que é Vinculado à DRU  e o que está Fora!

FCO= Fundo do Centro Oeste: Para Estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do SUL.

FNE= Fundo do Nordeste: Para Estados da Bahia, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí,  Ceará e Maranhão.

FNO= Fundo do Norte: Para Estados do Amazonas, Pará, Tocantins, Acre, Rondônia, Amapá, Roraima.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Diabetes Tipo 1 e Diabetes Tipo 2 - Para Leitura.

"Diabetes - A tipo 1 é uma doença autoimune. Aparece geralmente na infância e adolescência, mas pode ser diagnosticada em adultos também. Esse tipo é tratado com reposição de insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas, que ajudam a controlar o nível de glicose no sangue. Globo - G1 Programa-(Bem Estar de 31/07/2017)".

"O quadro clínico mais característico é de um início relativamente rápido (alguns dias até poucos meses) de sintomas como: sede, diurese e fome excessivas, emagrecimento importante, cansaço e fraqueza. Se o tratamento não for realizado rapidamente, os sintomas podem evoluir para desidratação severa, sonolência, vômitos, dificuldades respiratórias e coma. Esse quadro mais grave é conhecido como Cetoacidose Diabética e necessita de internação para tratamento".

Tratamento para diabetes tipo 1 (Site Tua Saúde)

"O tratamento para a diabetes tipo 1 é feito com o uso diário de insulina, na forma de comprimidos ou injeções, na dose indicada pelo médico após avaliação da evolução da diabetes, para manter os níveis de açúcar no sangue entre os 70 e os 130 mg/dL antes das refeições e inferiores a 180 mg/dL após as refeições.
Além disso, para complementar o tratamento da diabetes tipo 1, é importante fazer uma alimentação isenta de açúcar e com baixo teor de carboidratos, como pão, bolo, arroz, macarrão, biscoitos e algumas frutas, assim como praticar exercícios físicos leves, como caminhada, corrida ou natação. pelo menos 30 minutos, 3 a 4 vezes por semana".
"O tratamento para diabetes tipo 1 ajuda a evitar o surgimento de complicações como dificuldades na cicatrização, problemas de visão, má circulação sanguínea ou insuficiência renal".

"A tipo 2 (Diabetes mellitus)  se manifesta quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de açúcar no sangue. Esse tipo é principalmente causado pela obesidade".
"Ela se manifesta mais em adultos, mas crianças também pode apresentar a doença. Dependendo da gravidade, pode ser controlada com atividade física e planejamento alimentar. Em alguns casos, é necessário o uso de insulina e/ou outros medicamentos".

O que é Diabetes Tipo 2?

Copiado do Site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia - Só para Prevenção e Tratamento.
"Diabetes Mellitus é uma doença caracterizada pela elevação da glicose no sangue (hiperglicemia). Pode ocorrer devido a defeitos na secreção ou na ação do hormônio insulina, que é produzido no pâncreas, pelas chamadas células beta . A função principal da insulina é promover a entrada de glicose para as células do organismo de forma que ela possa ser aproveitada para as diversas atividades celulares. A falta da insulina ou um defeito na sua ação resulta portanto em acúmulo de glicose no sangue, o que chamamos de hiperglicemia".

"Ao contrário do Diabetes Tipo 1, há geralmente associação com aumento de peso e obesidade, acometendo principalmente adultos a partir dos 50 anos. Contudo, observa-se, cada vez mais, o desenvolvimento do quadro em adultos jovens e até crianças. Isso se deve, principalmente, pelo aumento do consumo de gorduras e carboidratos aliados à falta de atividade física. Assim, o endocrinologista tem, mais do que qualquer outro especialista, a chance de diagnosticar o diabetes em sua fase inicial, haja visto a grande quantidade de pacientes que procuram este profissional por problemas de obesidade".

Quadro Comparativo dos 2 tipos de Diabetes.
copiado do Site "Tua Saúde"

 Diabetes tipo 1Diabetes tipo 2
SintomasSurgem na infância, adolescência ou início da idade adulta.São mais frequentes em adultos ou idosos.
DiagnósticoÉ feito quando o paciente apresenta sintomas de diabetes.Normalmente o diagnóstico é feito antes do surgimento dos sintomas.
Uso de insulinaOs pacientes, geralmente. são dependentes da insulina, precisando de injeções diárias.Pode ser controlada apenas com a alimentação e exercício físico, podendo não ser necessária insulina.
PrevençãoNo caso de ser genética, a diabetes tipo 1, não pode ser prevenida.Pode ser evitada através de uma alimentação equilibrada e prática regular de atividade física.

Segundo os últimos dados da OMS- Organização Mundial da Saúde, são mais de 16 milhões de brasileiros com diabetes.




sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Reforma Política, Viagens e Reforma Tributária - Sugestões !

Muita coisa precisa e pode  ser feita para melhorar a situação financeira do Brasil e de seu Povo Trabalhador, que  na sua maioria absoluta é  Honesto, Ético, Perseverante e Sincero!

01) Diminuir o nº de Políticos em todos Poderes Legislativos (País, Estados e Municípios) em 1/3 e o nº de ministérios para 12.

Exs: Deputados federais de 513 para 342  e senadores de 81 para 54. Vereadores de 33 para 22, de 21 para 14, de 15 para 10, de 9 para 6. O PEC 280/2008 do dep. Clodovil Hernandes-PR/SP (in memoriam) foi engavetado. Na sua PEC ele queria reduzir o nº de deputados para 250.

02) Diminuir o nº de assessores e comissionados.

03) Estabelecer um salário máximo de 20 salários mínimos para  presidente, deputado federal, senador, governador e prefeito.
Nenhum funcionário público poderá ganhar mais que o presidente. Estudar os valores para ajuda de custo (moradia, transporte e outros).

04) Máximo de 20 salários mínimos para os Ministros de Estado.

05) Deputados estaduais máximo de 12 salários mínimos, podendo variar de estado para estado, de acordo com a arrecadação.

06) Vereadores e secretários das prefeituras, máximo de 6 salários mínimos, variando de acordo com a arrecadação da sua cidade.

07) Diminuir a frota de veículos para os políticos pela metade; cada um que se organize e divida o uso do carro.Ex: Um político usa de manhã e outro usar à tarde, podendo haver rodízio entre eles.

08) Nenhum Poder Legislativo, Executivo ou Judiciário poderá aumentar seus próprios salários. Nenhum funcionário, na ativa ou aposentado, poderá receber salário maior que o do presidente.

09) Quem quiser entrar na Política que entre com amor e dedicação ao seu Povo e seu País; caso contrário fique na sua profissão e deixe outro se candidatar e trabalhar! Os médicos que estudaram e se formaram na escola pública deverão trabalhar 10 anos na sua profissão antes de entrar para a política; não é justo que se formem médico e depois de pouco tempo entrem na política.

10) Corrigir a tabela de IRPF que está defasada em mais de 80%, segundo a  economista Salete Lemos no Jornal da Rede TV (comandado por Boris Casoy) em 03/11/2017.

11) Cobrar os grandes e médios devedores que estão devendo impostos federais (Previdência, IR, FGTS, Cofins e outros).

"COFINS é a sigla de Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social, que é uma contribuição social aplicada sobre o valor bruto apresentado por uma empresa".

"Os 10 maiores devedores da Previdência Social- Gazeta do Povo"de 10/06/2017- Você pode pesquisar na Internet e confirmar os 500 maiores devedores.


  1. "Varig - Dívida de R$ 3,891 bilhões
  2. JBS - R$ 2,395 bilhões
  3. Vasp - R$ 1,916 bilhão
  4.  Associação Educacional Luterana do Brasil - R$ 1,783 bilhão
  5. Transbrasil - R$ 1,319 bilhão
  6. Marfrig - R$ 1,162 bilhão
  7. Instituto Candango de Solidariedade - R$ 851 milhões
  8. Instituto Presbiteriano Mackenzie - R$ 789 milhões
  9. Fundação Universidade de Caxias do Sul - R$ 748 milhões
  10. Teka - R$ 743 milhões"
12) Bloquear parte da Renda dos times de Futebol que estão devendo impostos e não estão pagando o que foi combinado no PROFUT.
Lista publicada no Site do SPORT-TV de 11/04/2017.




13) Não autorizar uso de aviões da FAB para deputados viajarem para o Exterior, sem necessidade. Se for viagem de trabalho importante, que se estude uma verba para a comitiva (enxuta)    e que façam a viagem em aviões de uma das companhias que fazem o trajeto.

Que façam a viagem em aviões de carreira e paguem do próprio bolso, caso for viagem de lazer. Rodrigo Maia (DEM/RJ, assessores e mais 9 deputados, viajaram, segundo a imprensa num avião da FAB, para Europa e Oriente Médio. Reportagem do "O Globo" de 27/10/2017. Seria importante prestar  contas da importância da viagem para o Brasil!

"Viagem de Maia e nove deputados pelo exterior custará R$ 90 mil à Câmara".

"Parlamentares visitarão Israel, Palestina, Itália e Portugal durante nove dias".


"Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/viagem-de-maia-nove-deputados-pelo-exterior-custara-90-mil-camara-22004215#ixzz4xT1kqkMx 
stest 

por 

"Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/viagem-de-maia-nove-deputados-pelo-exterior-custara-90-mil-camara-22004215#ixzz4xT1wQ1Xp 
stest "


14) Diminuir o nº de Partidos Políticos para 10 (no máximo) e que cada político se encaixe no programa do partido que escolher.

15) Um projeto de lei aprovado em uma das Casas (Senado ou Câmara), não poderá passar de 6 meses para ser votado; caso contrário ficará aprovado automaticamente. Um dos exemplos: PL 4434/08, do senador Paulo Paim (PT/RS) e aprovado no senado em 2008. "Me parece que um comentário, anos atrás poderia ter dito a verdade": "Aprova-se no Senado e engaveta-se na Câmara". Será que é verdade? Por que Marco Maia no comando da Câmara e sendo do PT/RS, partido do senador Paulo Paim (PT/RS) não colocou em votação? Por ordem ou pedido de quem na época?

Quem engavetou desde 2008? R= Marco Maia (PT/RS) do partido do Paulo Paim, Michel Temer (PMDB/SP), atual presidente da república, Henrique Alves (PMDB/RN), Eduardo Cunha (PMDB/RJ) e por último Rodrigo Maia (DEM/RJ), que pediu ao dep. Eduardo Cunha em 2014 para colocar em votação, conforme pedido abaixo, protocolado na "Ordem do Dia". Só para percebermos como estamos sendo "enganados"; será?. O Deputado Arnaldo Faria de Sá também pediu várias vezes para colocar em votação; mas fica uma dúvida? O PTB , partido dele, está na Base do governo, por isso deixa os aposentados na dúvida! É só um jogo político ou é verdade e sinceridade? Que se vote o PL 4434/08 e outros que estão parados, em aberto, aprovando ou não!

"a) Pedido do dep. Rodrigo Maia em 2014

12/02/2014
PLENÁRIO ( PLEN )
§  Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 9484/2014, pelo Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que: "Requer a inclusão na Ordem do Dia do projeto de lei nº 4.434, de 2008". Inteiro teor"

b)  Em Março de 2017, recebi do dep. Arnaldo Faria de Sá,  defensor dos aposentados, o requerimento feito ao dep. Rodrigo Maia em 24/02/2017 para que coloque em votação.


"REQUERIMENTO N.º /2017

(do Sr. Arnaldo Faria de Sá)



Requer inclusão na Ordem do Dia do PL nº
4434 de 2008.



Senhor Presidente,

Nos termos do artigo 114, inciso XIV, do Regimento Interno
da Câmara dos Deputados, requeiro a Vossa Excelência a inclusão na Ordem do

Dia, o Projeto de Lei nº 4434/2008, que “Dispõe sobre o reajuste dos

benefícios mantidos pelo regime geral de previdência social e o índice de

correção previdenciária”.

Cabe ressaltar, Senhor Presidente, que o presente tem o

mesmo objetivo de vosso Requerimento n.º 9.484 de 2014, de 12 de
fevereiro de 2014.
Sala das Sessões, em 24 de fevereiro de 2017.
Arnaldo Faria de Sá
Deputado Federal – São Paulo"


16) Se tem uma decisão do Banco Central que transações acima de determinado valor, tem que ser comunicado, como aconteceu o que a mídia mostra todos dias; valores altíssimos nas contas de pessoas que "possivelmente, tem ou não tem como provar a origem"? "Quem Falhou Nisso"?

17) Concurso Público para aqueles assessores ou comissionados que perderem o emprego; assim eles poderão entrar nas vagas de quem se aposentou ou em outro setor do governo que falta funcionários.

18) O povo precisa se esclarecer mais e votar em candidatos que realmente irão cumprir o seu dever Constitucional.

19) Não autorizar a liberação de verbas para candidatos usar para lazer ou assistir algum evento como o que mostra a reportagem abaixo do Jornal Globo de 04/11/2017.

"Deputado pede que Câmara pague viagem para ver torneio de kart"
"Casa negou verba oficial para André Amaral (PMDB-PB), depois de procurada pelo GLOBO"

"Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/deputado-pede-que-camara-pague-viagem-para-ver-torneio-de-kart-22029196#ixzz4xSzF0OdC "

"POR 

04/11/2017 4:30 / atualizado 



20) Diminuir a Carga Tributária e exigir que todos recolham os seus impostos. Quem estiver sem condições no momento, que façam um acordo de REFIS e paguem em várias parcelas.  A arrecadação irá subir e todos ficarão satisfeitos.

21) Acabar com o Privilégio de algumas empresas que pagam menos impostos ou são "isentas em alguns".

22 ) Todos os políticos deverão trabalhar no seu cargo de origem os 5 dias da semana e não 3 dias  "de 3ª a 5ª feira" como acontece com a maioria. Os deputados federais e senadores poderiam ter um assessor só no seu estado para receber solicitações dos seus eleitores para melhorar a vida de nosso povo e o progresso do Brasil.