segunda-feira, 21 de setembro de 2015

DIAP- Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar- Despesas com Políticos.

Quanto custa um senador e um deputado federal para os cofres públicos?

Convido todos a dar uma lida no site do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar).
(É só colocar DIAP no Google e ler; está bem explicadinho.)

Caro Eleitor e Leitor do Blog: Os 3 poderes do Brasil (Executivo, Legislativo e Judiciário), poderão ajudar a equilibrar as finanças do país, cortando na própria carne, como dizem alguns políticos e especialistas (Economistas, Juristas, por ex.). Muitas sugestões aparecem todo dia na mídia e fazendo uma rápida análise, coloco minha sugestão, muito parecida com a de muitas pessoas que observam atentamente as notícias do dia a dia.

Para todos dos 3 poderes: Acabar com o aumento dos próprios salários, dando a todos  a mesma porcentagem de aumento dos aposentados.
Fotos meramente ilustrativas copiadas da Internet.
Resultado de imagem para foto do palacio do planalto Resultado de imagem para foto do palacio do planalto Resultado de imagem para foto o supremo tribunal federal


                                                       01)   EXECUTIVO:

a) Reduzir o nº de ministérios, juntando alguns, tendo no máximo 14.
b) Reduzir os cargos de confiança e concurso público para os que ficarem de fora, desde que haja necessidade em algum ministério (exemplo: substituir os que se aposentam).
c) Reduzir viagens; dispensar as desnecessárias.
d) Maior controle na contratação de empresas que participam de licitação de obras públicas; acompanhamento mensal das despesas   evitando reajustes nos contratos a não ser em situações muito bem estudadas e esclarecidas.
e) Não aumentar os próprios salários; todos deverão ter a mesma % de aumento dos aposentados.
f) Melhorar o controle no uso dos cartões corporativos (podendo até cancelá-los em caso de uso indevido).
g) Acabar com a reeleição e mandato de 5 anos para presidente.

                                                     02)   LEGISLATIVO:

a) Diminuir nº de funcionários que assessoram os  gabinetes de deputados e senadores, sendo que  no seu estado e cidade poderá ter no máximo dois.
Para os que ficarem de fora orientar para que participem dos concursos públicos que serão abertos em várias áreas de atuação.
b) Cortar despesas com correspondências (hoje temos a Internet), acabar com auxilio paletó; moradia só para aqueles que realmente necessitam.
c) Trabalhar 5 dias por semana (segunda a sexta) e não 3 como ocorre atualmente (terça a sexta).
d) Votar todos os projetos que estão parados há anos, como o dos aposentados (PL 4434/08, 01/07 e regulamentar de vez o PL 3299/08 (Fator Previdenciário) e muitos outros que estão parados.
e) Fazer uma Lei de que um Projeto não pode passar de 6 meses para ser votado, sendo aprovado ou não, com voto aberto . E os projetos que vão entrando só poderão ser votados depois de votados todos os anteriores.
f)  Não aumentar os próprios salários. Mesma % de aumento dos aposentados para todos.
g)  E a Reforma Política? Ao invés de diminuir o nº de partidos para no máximo 7, criou-se mais um e temos agora 33 e ainda falta aprovar o da Marina Silva (Rede de Sustentabilidade).
h) E o voto distrital misto? Estudar a implantação!
i) Os candidatos só poderão se reeleger uma só vez no mesmo cargo (deputado ou senador); 5 anos de mandato, tanto para deputado como para senador.

                                                   03)    JUDICIÁRIO:

a) Agilizar  decisão sobre os processos e diminuir o nº de recursos para que não aconteça o que a mídia mostra sempre; milhares de processos empilhados nas diversas repartições judiciais. Incentivar cada vez mais o uso da súmula vinculante no caso de processos semelhantes.
b) Não aumentar os próprios salários. Mesma porcentagem de aumento dos aposentados.
c) Concurso Público para todos os cargos e funções do Judiciário.  São poucos juízes para a quantidade de processos que estão na justiça.

                          ESTADOS E MUNICÍPIOS  

Os Governadores,os prefeitos e os vereadores também podem colaborar, melhorando a gestão, diminuindo os cargos de confiança; governador e prefeito poderão abrir concurso público para suprir as vagas que  vão surgindo por aposentadorias ou outro motivo.
Postar um comentário