quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Cópia do e.mail enviado para Arnaldo Faria de Sá e Paulo Paim

Boa Tarde !

Resolvi compartilhar o e.mail enviado ao deputado Arnaldo Faria de Sá e ao Senador Paulo Paim; quem sabe, com isso, mais eleitores enviem e.mails para os deputados e senadores, cobrando a votação de projetos parados na Câmara Federal e no Senado.


Exmo. Sr. Deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP)
Exmo Sr. Senador Paulo Paim (PT/RS)

Apesar dos esforços de alguns, como os senhores, a fuga da deputados na hora da votação (pelo que sei são 513 deputados e  81 senadores), é uma vergonha o que acontece nas votações em plenário; não seria melhor mudar a Carta Magna ( Constituição de 1988) e diminuir para 250 deputados e 54 senadores; se tem dinheiro para tantas despesas de políticos, segundo alguns mais de R$150.000,00 mensais (com verba de gabinete, assessores e salários altos) para cada um do congresso, porque não tem dinheiro para os aposentados? O deputado falecido Clodovil fez um projeto para isso: foi arquivado?

E o mar de lama que vemos todos os dias, há anos ( mostrados pela mídia), e fazendo um referência também ao que aconteceu em Bento Rodrigues -   ( distrito de Mariana- MG) e o que está acontecendo com o Rio Doce e as cidades por quais ele passa.

O "jogo de cena" na hora das votações, de alguns políticos, não consegue enganar todos os eleitores não!

Por que os deputados podem fugir da votação na hora mais importante no plenário? sejam honestos consigo mesmos, votem sim ou não mas votem; deveria valer a proporção matemática dos que votaram e não sobre 513 ou 81.

Se votarem 320, metade (50%) é 160 e não 257 ( considerando o total de deputados); se eles ganham sem votar, a ausência não deveria valer como cálculo da votação! Por que não descontar em dobro o dia de quem some para não votar??????? Será que os eleitores que votaram nessas pessoas , sabem os  nomes deles?

Hoje (18/11/2015) rejeitaram a mesma % de aumento para todos os aposentados; ontem, 17/11/2015, foi mantido o veto do aumento do judiciário. Um deputado pediu a palavra (17/11/2015) e perguntou porque não se cobram as dívidas de quem deve ao governo federal ? ( se ele falou deve estar sabendo desses devedores).

O PL 4434/08 do senador Paulo Paim ( que era PLS 58/03); 07 anos esperando a votação final na câmara federal, depois de aprovado por unanimidade no senado em 2008. Como diria Boris Casoy (isso é uma vergonha)! O que os senhores acham?

Será que é verdade o comentário que se houve, caro senador Paulo Paim? O PT e base aliada (aprovam no senado e engavetam na câmara). O povo brasileiro precisa e deve saber a verdade! O senhor (senador) e muitos outros dizem: dinheiro tem só que vai para outros setores do governo.

Os presidentes da Câmara anteriores ( Marco Maia (PT/RS), Michel Temer (PMDB/SP) , Henrique Alves (PMDB/RN) e agora Eduardo Cunha (PMDB/RJ), engavetaram o projeto acima (PL 4434/08) do  senador Paulo Paim; o que fazer agora?????? Os aposentados mais antigos que pagaram sobre 20, 15, 10 salários mínimos e recebiam perto de 7 a 8 mínimos, hoje , segundo alguns, recebem de 2 a 3 mínimos. Passou de 59 anos , os planos de Saúde são caríssimos para os mais idosos do Brasil.

Por que muitos políticos se aposentam com apenas  2 mandatos e com o valor atualizado?

Esperamos que o povo brasileiro, cada vez mais atento, saiba escolher melhor os candidatos em 2016 e 2018 !

Um abraço a todos !
Att
Prof. Alcínio
Postar um comentário