terça-feira, 18 de outubro de 2016

Remédios de alto custo. Por que faltam nas Farmácias das Prefeituras ou nos Postos de Distribuição do SUS?

São muitas as reclamações dos pacientes que dependem de  remédios muito caros para seus tratamentos e  precisam retirar  nas farmácias ou nos Postos de Saúde que fazem a distribuição.

Pode ser que, por falhas diversas dos setores responsáveis pela compra nos laboratórios ou distribuidoras de remédios, os pacientes que dependem dos mesmos, tenham  que se dirigir várias vezes aos postos de entrega e muitas vezes voltar para casa de mãos vazias.
Abaixo alguns exemplos; copiei e colei da Internet somente para fins ilustrativos. São remédios controlados, fornecidos só com receita médica.
 

 

Não podemos nos esquecer de que são pacientes que fazem tratamento de algum tipo de Câncer (ex:Leucemia Mieloide Crônica, passaram por transplante, sofrem de esclerose múltipla, diabéticos do tipo I,  Alzheimer, doenças inflamatória das articulações, portadores de bronquite crônica e tantos outros tipos de *doenças e não têm condições financeiras de adquirir o medicamento.

*(Lista completa das doenças e dos medicamentos de alto custo no site do Ministério da Saúde).

As notícias colocadas na mídia (Jornal, TV e Rádio), mostram algumas falhas que podem ser eliminadas se houver planejamento de compra pelo setor responsável, bem como a distribuição correta para as prefeituras. 

Imprevistos podem acontecer; mas, se as farmácias de alto custo mantiverem um estoque regulador para pelo menos 2 meses, diminuiria o nº de pacientes que tem que voltar várias vezes para tentar retirar o medicamento e muitas vezes  ficar sem se tratar por dias ou  semanas.

O pior é que; alguns tratamentos quando interrompidos por falta do medicamento, podem causar danos irreversíveis para o paciente. Temos acompanhado pela imprensa, quase que diariamente, o sofrimento horrível por que passam esses doentes e o desgaste emocional que isso gera em toda família que fica de mãos atadas diante de tal situação.

Esperamos que haja um esforço conjunto dos Órgãos e Autoridades responsáveis, no sentido de regularizar essa situação tão triste e constrangedora para o povo brasileiro.


Postar um comentário