quarta-feira, 19 de agosto de 2015

ÁGUA - A importância do uso consciente ! Uso incorreto da água do Aquífero Guarani. Parte I





Observações:  Este folheto explicativo foi feito em 2008 com a colaboração da nossa filha (Aline) no Layout e Editoração Eletrônica. O texto foi feito por mim. Aceito sugestões para melhorá-lo! Só para leitura; direitos de produção do folheto reservados para os autores.

Resolvi publicá-lo no BLOG observando as últimas notícias da mídia sobre as condições precárias de reserva de água nos nossos mananciais na nossa região e as dificuldades que certamente encontraremos num futuro próximo, caso não chova com intensidade na cabeceira dos rios e em toda a sua extensão. 

Se não fizermos um trabalho preventivo, recuperando as matas ciliares, muitos mananciais (nascentes, córregos, riachos, ribeirões, lagos e lagoas) poderão secar.
Resultado de imagem para foto de mata ciliar correta   Resultado de imagem para foto de mata ciliar correta    Resultado de imagem para foto de mata ciliar correta
Fotos tiradas da Internet, meramente ilustrativas de Matas Ciliares Corretas,para proteção dos rios.


Resultado de imagem para foto de  rios  sem mata ciliar   Resultado de imagem para foto de  rios  sem mata ciliar    Resultado de imagem para foto de  rios  sem mata ciliar
Fotos de rios e córregos sem mata ciliar; Vemos o assoreamento, com queda do barranco e diminuição da calha vazante das águas. Meramente Ilustrativa.


Não devemos esquecer que a população aumenta e a água potável poderá não ser suficiente para todos, embora o Brasil possua 12% da água do planeta: temos uma grande reserva de água no "Aquífero Guarani" (que está sendo utilizada) e um grande aquífero "Alter do Chão", que serve os estados do Pará, Amapá e Amazonas, com perfuração de  poços profundos.


O que é o aquífero ? 

 A mídia denunciou o uso incorreto das águas do aquífero Guarani e isso precisa de investigação !
O aquífero Guarani é a maior reserva subterrânea de água doce do mundo. A maior parte — 70%, o equivalente a 840 mil km² da área ocupada pelo aquífero, que tem 1,2 milhão de km² — fica no subsolo do centro-sudoeste do Brasil. O restante se distribui entre a Argentina, Uruguai e Paraguai, nas bacias do Rio Paraná e do Chaco-Paraná. A população atual por onde passa o aquífero é estimada em 15 milhões de habitantes.

Uma Reserva para o Futuro*

Copiado do  site do DAE de Araraquara só para fins ilustrativos.


Postar um comentário