sábado, 30 de maio de 2015

Educação, Saúde e Futebol; Será o Caos?

O que está acontecendo no Futebol?
Os dirigentes da  Fifa, CBF, Conmebol, Concacaf tem respostas?
Qual a relação entre empresas, empresários e dirigentes?
As notícias foram vistas por milhões; J.Blatter foi reeleito!
02/05/2015- A Mídia informou que J.Blatter renunciou e vai convocar uma assembléia para nova eleição.
Será que teremos mais transparência?

Enquanto um professor tem piso salarial nacional no valor de R$ 1.917,78, tendo que trabalhar muito (alguns em  2 cargos na mesma disciplina), para poder se manter, estudar sempre, se atualizar, trabalhar em casa nos fins de semana, lidar com as diferenças, ser mediador de conflitos, resolver problemas disciplinares que acontecem na sala de aula, orientar, exigir compromisso dos alunos e participação da comunidade; enquanto um médico tem que estudar vários anos para se especializar em determinada área, trabalhar (muitas vezes) dia e noite, sorrir ou se preocupar com as situações que aparecem no dia a dia, os clubes de futebol, chamados de grande pela mídia, prometem pagar salários elevadíssimos para alguns jogadores; escrevi "prometem" porque todos os dias vemos a mídia escrita, falada ou televisa, dizer dos atrasos de salários, dos direitos de imagem e outros. O senador e professor Cristovam Buarque (PDT/DF), ex-reitor da UNB, escreveu na sua coluna do Jornal "O Globo" que um professor deveria ganhar mais de R$9.000,00 (nove mil reais) mensais para manter sua família, fazer cursos de atualização, mestrado, doutorado etc. Ninguém é contra uma pessoa ganhar bem, mas os salários de médicos, professores e outros profissionais não condizem com as profissões escolhidas.

Pense Bem: Será que deveria ter um limite salarial para os jogadores de futebol (máximo 40 salários mínimos) e um piso salarial (5 salários mínimos) para a maioria dos jogadores profissionais dos clubes brasileiros que não podem pagar os milhões que alguns recebem? Será possível os jogadores terem um teto igual aos salários da presidente e dos juízes do STF (R$33.763,00)? Os clubes conseguiriam pagar os seus compromissos e os campeonatos seriam mais nivelados e concorridos. Pelo que vemos, todos os dias na mídia, acredito, que não teremos outra saída . Olhando quem promove as partidas de futebol, você vai perceber que quem paga a conta é o próprio torcedor ao consumir ou usar os produtos que estão nas propagandas das emissoras. Não está errado, mas os valores pagos são muito altos.

A presidente Dilma enviou para o congresso a MP 671 de 19/03/2015 para refinanciar as dívidas dos clubes. Essa MP cria o PROFUT (Programa de modernização da gestão e responsabilidade fiscal do futebol brasileiro). Nome bonito mas, enquanto jogadores, empresários e outros ganham muito na transferência, a maioria dos clubes brasileiros, segundo o governo federal, não recolhe os impostos de acordo com a Lei. Será que é  justa essa medida provisória 671? Com as notícias internacionais que surgiram 27/05/2015, em toda imprensa mundial, será prudente manter essa MP ou regulamentar os salários dos profissionais de futebol e de outros esportes? Não consigo entender, como a renda obtida nos dias de jogos possa cobrir todos os compromissos, embora os clubes tenham patrocínios, direitos de imagem e outros.


Romário disse que é o momento de moralizar o futebol brasileiro
EM BRASÍLIA
Romário protocola pedido de CPI da CBF em 27/05/2015, conforme informaram as mídias.

"Senador quer que o futebol brasileiro passe por uma investigação.
Notícia tirada do Jornal Correio Popular de 28/05/2015."

Por favor, leia tudo até o fim; será que é isso que queremos para o país e seu povo, na maioria, trabalhador e honesto?

A maioria dos chamados "Grandes Clubes do Brasil" e alguns chamados de médios, estão devendo uma fortuna, tanto para seus atletas como de impostos para o governo federal. A Folha de São Paulo publicou a relação dos maiores devedores(cópia abaixo).






Para Reflexão!

A Cx. Econômica Federal criou a Timemania para ajudar os 80 times de futebol que constam no volante de aposta; não resolveu porque a arrecadação é muito baixa. Ao invés de aplicar  milhões em propaganda nas camisas dos times de futebol, não seria melhor a caixa federal construir casas populares, para diminuir o deficit habitacional e tirar as famílias das áreas de risco ?

Obs: Os dados abaixo foram tirados da Internet (Globo Esporte de 15/05/2015).

Só  no futebol foram mais de R$100 milhões em 2014 e em 2015, segundo o Globo Esporte, a Cx. Federal vai aplicar em todos os esportes um valor próximo de R$240.000.000,00 (240 milhões de Reais). Não seria melhor aplicar esses valores na SAÚDE? Toda semana os canais de TV mostram o CAOS nos corredores dos Hospitais e Pronto Socorros. Faltam macas, leitos, vagas na UTI, médicos, enfermeiros, atendentes, materiais e outros. Foram mostrados, dias atrás, tomógrafos e aparelhos de RX novíssimos, nas caixas, dependendo de montagem e instalação.



Confira a lista de patrocinados pela Caixa Federal:

Série A
Corinthians - R$ 30 milhões - contrato renovado
Flamengo - R$ 16 milhões - próximos contratos a serem renovados
Vasco - R$ 15 milhões - próximos contratos a serem renovados
Atlético-PR - R$ 6 milhões - contrato ainda não venceu
Coritiba - R$ 6 milhões - contrato ainda não venceu
Vitória - R$ 6 milhões - contrato ainda não venceu
Figueirense - R$ 4,5 milhões - próximos contratos a serem renovados
Chapecoense - R$ 4 milhões - próximos contratos a serem renovados

Série B

Atlético-GO - R$ 2,4 milhões - contrato ainda não venceu
ABC - R$ 2 milhões - contrato ainda não venceu

Série C

CRB - R$ 500 mil - contrato ainda não venceu

Clubes que não tiveram contratos renovados:
ASA - R$ 500 mil
América - RN - R$ 2 milhões
Paraná - R$ 2 milhões

OPINIÃO

Não devemos esquecer que países como Alemanha, Japão, Itália, França, Inglaterra, Russia e outros, que sofreram muito com a 2ª Guerra Mundial, quando a mesma terminou, investiram muito na educação e o reflexo podemos ver claramente, principalmente na Alemanha , Japão e outros.

Mesmo o Brasil sendo um país do tamanho de um continente, se tivermos vontade política, perseverança, fé, união, ética, harmonia, responsabilidade, honestidade, respeito etc, conseguiremos transformá-lo através da educação.


Lembrem-se: Um povo com educação, saúde, moradia e trabalho, conseguirá tudo que almeja na vida.
Vamos pensar e agir positivamente, que os bons frutos virão!
Prof. Alcínio
Postar um comentário