quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Gasolina com 27% de álcool anidro- Gasolina Pura ou com menos Álcool; o que fazer para diminuir os preços nas Distribuidoras e nos Postos de Combustíveis? E nossa Saúde?

O governo federal, liberou a Petrobrás para que ela tenha autonomia e determine os ajustes nos preços dos combustíveis; medida justa e correta porque tem diretoria competente para definir a política de preços dos derivados do petróleo.

A Petrobrás, corretamente, baixou um pouco o preço da gasolina e outros produtos na Refinaria; só que os distribuidores, alegando o aumento do preço do álcool anidro (mais de 99% de puro Etanol), ao invés de baixar o preço da gasolina para os postos de combustíveis, simplesmente subiram. No dia 05/12/2016, a Petrobrás aumentou o preço na gasolina em 8,1% e 9,5% no diesel.
Em 05/01/2017, aumentou só o preço do diesel em 6,1%.
 
Fotos de Plantação de Cana, que é  usada para produção de Açúcar e Álcool, copiadas da Internet somente para fins de ilustração do texto.

Sugestão: Se a produção de álcool anidro caiu, devido a entressafra, diminuir, provisoriamente, a  quantidade de álcool anidro na mistura da gasolina, por volta dos 15% , fazendo com isso o preço da gasolina cair, realmente, nas bombas; infelizmente, sabemos que, quando mais pura a gasolina pior para o Meio Ambiente, principalmente para a Saúde da População, em virtude da liberação maior de gases tóxicos e material particulado, resultante da queima do combustível.

A combustão da gasolina (mesmo com os Catalizadores no escapamento), libera Monóxido de Carbono (CO), Gás Carbônico (CO2), Dióxido de Enxofre (SO2), Óxidos de Nitrogênio (NO, NO2), Aldeídos, Hidrocarbonetos (Metano, Benzeno), Material Particulado (mistura de fuligem com poeira).

Todo esse material pode causar várias doenças como alergias, problemas respiratórios, cardíacos, etc...

Comentário: Um país de extensão continental, como o Brasil, bem que poderia voltar a investir em linhas férreas para transporte de passageiros entre os estados brasileiros, incluindo todas as capitais e as regiões metropolitanas. 


Postar um comentário